Fiscalização em Ação

A Fiscalização do CRA DF vem atuando no sentido de orientar as empresas e órgãos públicos em relação a importância de se ter um administrador em seus quadros.

A Diretora de Fiscalização e Registro, Adm. Marcia Santos Araújo, propõe que a atuação fiscalizatória tenha cunho educativo para elucidar questões relacionadas ao exercício da Administração que é regulada pela lei 4.769/65 e pelo Decreto 61.934/67.





“O campo de atuação do Administrador é muito sensível, pois o ato de gerir acaba se confundido com o papel do Administrador quanto profissional formado para operar a ciência Administração. ”
Adm. Marcia Santos Araújo
 
 


Conforme definido no
Artigo 2º da Lei 4.769 de 1965, a atuação do administrador se dá mediante pareceres, relatórios, planos, projetos, arbitragens, laudos, assessoria em geral, chefia intermediária, direção superior, pesquisas, estudos, análises, interpretação, planejamento, implantação, coordenação, e controle nos CAMPOS DA ADMINISTRAÇÃO, os quais se seguem:

·         Administração e Seleção de Pessoal (Dimensionamento da força de trabalho, plano de contratações, programas de desenvolvimento de pessoas, plano de capacitação, gestão de competências);

·         Organização e métodos (Elaboração de planejamento estratégico, organograma, gestão de processos, elaboração de regimentos internos, planos de negócio, elaboração e organização de manuais, implantação de programas de gestão da qualidade etc.);

·         Orçamento Público e Privado (plano de aquisições, plano de ação para execução orçamentária etc.);

·         Administração de Material (Logística, plano de armazenamento e distribuição, organização da cadeia de valor, organização de estoques etc.)

·         Administração Financeira (programação financeira, administração de contas a receber e contas a pagar, avaliação de resultados financeiros, relatórios financeiros, tesouraria etc.)

·         Relações Publicas (Representar organizações perante seus interlocutores, avaliar a comunicação institucional, planejar a comunicação institucional etc.)

·         Administração mercadológica (Elaborar o Plano de marketing, precificação, organizar conteúdos, avaliar o impacto e posicionamento mercadológico dos produtos ofertados, etc.)

·         Administração da Produção (Planejar a produção de serviços e produtos, controlar a produção de serviços e produtos, etc.)

·         Relações Industriais (negociações junto a entidades sindicais, elaboração de acordos coletivos, elaboração de manuais de conduta, elaboração de normas de convivência, intermediação de negociações trabalhistas etc.)

Como podemos observar o papel do Administrador está estritamente ligado com o apoio técnico ao gestor, o qual tem a função de tomar decisões para o melhor resultado da empresa.

Nos campos privativos da Administração, conforme prescrito em lei, em organizações de grande porte, onde as funções são bem definidas, a gestão das áreas que tenham como atribuição campos de atuação privativa do administrador deverão ser obrigatoriamente ocupada por profissional de administração devidamente habilitado e com o registro no CRA DF.

Em alguns casos, onde há um sombreamento de competências é permitida a atuação de outros profissionais: como economistas, contadores, engenheiros e psicólogos em algumas áreas da gestão de pessoas.

Nos órgãos públicos, conforme a alínea “d”, do artigo 3º do Decreto 61.934/67 o exercício de Chefia ou Direção nos campos da administração previstos em lei são privativos ao administrador.

Nesse sentido é muito importante que os Administradores denunciem o exercício ilegal, não admitam que outros profissionais exerçam a administração, pois mesmo que um indivíduo desempenhe algumas tarefas da administração com certa desenvoltura, os administradores devem sim se indignar e denunciar, pois administração é para administrador e qualquer outra situação é o enfraquecimento da profissão. 


Um comentário para “Fiscalização em Ação

  1. Excelente, entender o que um administrador bfaz é excencial pra fortalecer o papel do administrador

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *